A sétima trombeta

A sétima trombeta
Citações do profeta

16 de novembro de 2011

O Som da Trombeta

















O Sacerdote e o shofar (Trombeta)

A função do sacerdote era oficiar diante de Deus. Mas poucos conhecem a função da Trombeta. Em nossas traduções da Bíblia a palavra SHOFAR vem traduzida como “trombeta”ou “Buzina”.
Mas qual seria a utilidade da trombeta? Veremos algumas a seguir:
- Serviam para avisar que o inimigo se aproximava
- Serviam para convocar o povo para a guerra
- Serviam para convocar o povo para as Festas do Senhor
- Serviam para avisar ao povo sobre a escolha de um novo rei

O toque da trombeta é profético, pois para cada uma destas ocasiões havia uma preparação da parte do exército ou do povo quando ouvia o toque da Trombeta. Mas também devemos saber que cada toque (para cada ocasião em especial) tinha um significado. E o povo de Israel, que convivia diariamente com isso, aprendeu a discernir cada toque da trombeta. Por isso Paulo declara o seguinte: "Porque, se a trombeta der sonido incerto, quem se preparará para a batalha?" (1 Coríntios 14:8). Ele conhecia bem o significado do toque da trombeta chamando para a batalha, por isso sabia que somente alguém que tivesse intimidade e experiência no toque da trombeta poderia tocá-la para que desse o som exato chamando o povo para a atividade requerida.

A trombeta e a intervenção Divina em Jericó

Quando Josué chega a Canaã alguns obstáculos naturais são-lhe apresentados e o primeiro é a conquista de Jericó. Naquela época, Jericó era uma cidade intransponível e por isso, praticamente inconquistável. Mas Deus quando enviou seu povo para aquela terra já conhecia de antemão os obstáculos, e sabia que somente uma intervenção divina poderia fazer com que aquela cidade fosse conquistada. Quando chega a hora a ordem é dada:
"E sete sacerdotes levarão sete Trombetas (Shofares) de chifres de carneiros adiante da arca, e no sétimo dia rodeareis a cidade sete vezes, e os sacerdotes tocarão as Trombetas"(Js 6:4).
É interessante salientar que a Arca simboliza a presença do Próprio Senhor, e é Ele mesmo que manda os sacerdotes tocarem as trombetas. Podemos entender que a trombeta anunciaria a entrada do Rei dos Reis em Jericó, representada pela Arca "Então Josué, filho de Num, chamou aos sacerdotes e disse-lhes: Levai a arca da aliança; e sete sacerdotes levem sete trombetas (Shofar) de chifres de carneiros, adiante da arca do SENHOR."(Js 6:6)
E a seguir podemos ver que todo o povo obedeceu essa ordem e saíram para marcha contra a cidade os sacerdotes, o povo, o Exército e a Arca do Senhor. "Depois Josué se levantou de madrugada, e os sacerdotes levaram a arca do SENHOR." (Js 6:12) "E os sete sacerdotes, que levavam as sete Trombetas (Shofares) de chifres de carneiros, adiante da arca do SENHOR, iam andando, e tocavam as Trombetas, e os homens armados iam adiante deles e a retaguarda seguia atrás da arca do SENHOR; os sacerdotes iam andando e tocando as Trombetas."(Js 6:13) Os sacerdotes não paravam de tocar as trombetas, isso por que eles sabiam que quando a trombeta era tocada algo sobrenatural poderia acontecer, como foi no monte Sinai (Ex 19:19) quando Deus falava e a Voz da Trombeta aumentava.
"Gritou, pois, o povo, tocando os sacerdotes as Trombetas; e sucedeu que, ouvindo o povo o sonido da Trombetas, gritou o povo com grande brado; e o muro caiu abaixo, e o povo subiu à cidade, cada um em frente de si, e tomaram a cidade." (Js 6:20)
"E será que, tocando-se prolongadamente a Trombeta de carneiro, ouvindo vós o seu sonido, todo o povo gritará com grande brado; e o muro da cidade cairá abaixo, e o povo subirá por ele, cada um em frente." (Js 6:5)

A Convocação para a batalha
A Trombeta também é usada para convocar o povo para guerrear contra os inimigos e qualquer coisa que venha nos oprimir – lembrando nossa luta não é contra carne ou sangue e sim contra as forças do mal.
"E, quando na vossa terra sairdes a pelejar contra o inimigo, que vos oprime, também tocareis as trombetas (Shofar) retinindo, e perante o SENHOR vosso Deus haverá lembrança de vós, e sereis salvos de vossos inimigos." (Nm 10:9)
A trombeta aqui era tocado retinido ( “Teruah” ) o interessante é que o Significado desse toque era de chamado para Arrependimento também, será que o povo de Deus tinha o custume de se arrepender de seus pecados antes de ir pelejar contra os Inimigos? Certamente que sim, pois temos em Josué 7 a história de que os Israelitas perderam uma Batalha por que eles estavam em pecado. A Trombeta talvez poderia ser tocada dessa forma para lembrar o Povo de Israel que somente em Santidade nós seriamos salvos de nossos inimigos. A trombeta também era usada para ajuntamento para a Batalha, porém era o próprio Senhor que pelejava por nós. "No lugar onde ouvirdes o som da Trombeta, ali vos ajuntareis conosco; o nosso Deus pelejará por nós." (Ne 4:20)


Significado biblico do Toque da Trombeta:

1 – Ex 19:16 e 20:18 – O som da Trombeta faz o povo tremer de temor do Senhor
2 – Ex 19:19 – O Senhor responde as orações
3 – Lv 23:24 – O som da Trombeta lembra do descanso e faz santa convocação
4 – Nm 10:1- 10 – É ordenado ao sacerdote tocar a Trombeta em santas convocações, convocações para guerrear contra os inimigos e para o Dia de Nossas Alegrias, dia de Solenidades e sobre os Sacrifícios
5 – Js 6:8- 9 – A trombeta é tocada constantemente na batalha e diante da Arca do Senhor que simbolicamente representa a presença do Senhor Deus de Israel
6 – Js 6:16 e 20 – A Trombeta precede o grito como um Clamor Profético
7- Jz 3:27 – A trombeta era tocada para iniciar Jornadas
8 – Jz 6:34 – Gideão Tocou a trombeta após ser revestido pelo Espirito do Senhor
9 – Jz 7:8,20,22 - A Trombeta foi tocada pela corporação do Senhor que clamava a Espada do Senhor e o clamor foi ouvido !
10 – I Sm 13:3 – A Trombeta era tocada para chamar a atenção do povo
11 – II Sm 2:28 e 18: 16 – A Trombeta era tocada para cessar a guerra
12 – I Rs 1:34 – A trombeta é tocada ao ungir um Rei para Israel ou Unção para Liderança
13 – II Rs 11:14 – A Trombeta era tocada para destronar os Reis Fracos
14 – I Cr 13:8 – A trombeta era tocada em momentos de alegria e grande celebrações
15 – Sl 47:5 – O Senhor Ascende ao Som da Trombeta.
16 – II Cr 29:26,28 - Sl 150:3 - Sl 98:6 - II Sm 6:15 - Is 27:13 – Instrumento sacerdotal de Louvor e Adoração ao Senhor Deus de Israel
17 – II Cr 5:13 – A Trombeta era tocada e a Nuvem que é a Glória do Senhor enchia a Casa do Senhor
18 – II Cr 13:14 – A Trombeta era tocada durante a Guerra
19 – Jr 4:19 – A Trombeta anuncia a Guerra
20 – Jr 6:17 – Um som para os Atalaias
21 – Jr 42:13,14 – Um som para os rebeldes
22 – Jl 2:1 – A trombeta é tocada para anunciar o dia do Senhor
23 – Jl2:15 – A trombeta era tocada para conclamar o povo a santificar um jejum ao Senhor e convocar uma assembléia solene
24 – Zc 9:14 – O Senhor mesmo que fará soar a Trombeta.
25 – Mt 24:31 – O Senhor Envia seus anjos com rijo clamor de Trombetas.
26 – Ap 8:6 – A trombeta é tocada por hostes angelicais
27 – I Co 15:52 – A Trombeta soará e os mortos ressuscitarão
28 – I Ts 4:16 – O Senhor descerá do céu com som da Trombeta
29 – Ap 1:10 e 4:1 – A Trombeta é como a Voz do Senhor


É importante saber que ser um Ba’al Tekiah (Shofarista ) ou trombeteiro, não é Brincadeira. A Palavra do Senhor nos afirma que o som da Trombeta é como a Voz de Deus (Ap 1:10 e 4:1), e que o toque faz o povo tremer, faz santificar um jejum e convocar os Santos para a guerrear contra os inimigos.

Os Toque e seus significados:

Tekiáh – Longo/Curto – Usado para Festas e para Adoração
(Anuncia a Majestade do Senhor Rei de Israel, aquele que nós deu a promessa do Reino e sua recompensa aos Justos) O Tekiáh também dá uma mensagem que relata o ensino bíblico de separação entre o homem e seu criador. Recorda o dia em que o homem pecou contra Elohim no Éden e ocorreu uma grande separação. Essa é a razão do som cumprido, é a grande separação entre Elohim e os Homens.

Shevarim – 3 Toques Tekiáh – Usado para anunciar a entrada de um Rei e para clamar ao povo arrependimento e a santidade, esse toque também expressa o gozo interior em meio as aflições do mundo, certos de que finalmente o Reino dos céus será implantado em toda terra. Toda vez que o Shevarim é tocado, afirmamos nossa fé no retorno e na entrada do Rei Messias

Teruah – 1Tekiáh seguidos de 9 Stacato (Toque Breves) – Usado para guerra e para clamar ao povo o arrependimento e tristeza pelo pecado em nossos corações – Esse toque nos chama a despertar do sonho e a reflexão profunda de nossas vidas diante do Senhor. O Teruah é como uma voz que nos convida para analisarmos retrospectivamente e ver como estamos em nossa relação com Jesus (Yeshua) e com nosso próximo. Esse toque também nos revela a dor imensa que sentiu Deus quando o homem pecou contra Ele. Os nove sons representam as lágrimas do Senhor pelo pecado no coração do povo.

Tekiáh Gedolahl – 1 Tekiáh Longo (O Grande Toque) – Usado para anunciar o Juízo de Deus e simboliza também alegria pois o Senhor perdoou nossos pecados e por isso somos livres para adorá-lo.

O SHOFAR E A FESTA DAS TROMBETAS

O Shofar (Trombeta) é um chifre animal, preparado para o uso como um instrumento musical.
Contudo, é mais para fazer ruído do que música propriamente. Seu som é descrito como: "áspero, agudo e ruidoso."
É feito de chifre de CORDEIRO, CABRA SELVAGEM, ANTÍLOPE, KUDU AFRICANO, ou GAZELLE - Nunca de uma vaca ou de um boi porque as vacas não eram referência sacrificial dos animais. O chifre preferido é o curvado. Isto retrata a necessidade do homem se dobrar diante de Deus.
O melhores chifres para o fabricar o shofar são os do "Kudu africano", que podem ter até 36 polegadas de comprimento com uma torção tripla. Estes são chifres muito bonitos e mais longos. Os sons criados por estes chifres mais longos são profundos, ricos e bonitos. Você chamá-lo-ia música e não ruído. Também os do Antílope.
O toque do Shofar é como um louvor sem palavras.
O Shofar é mencionado na Bíblia aproximadamente 70 vezes.
É traduzido como: Trombeta e Corneta.
Do original hebraico, a palavra shofar também é traduzida para o português como "trombeta", e indica as trombetas de prata (Números 10:2-3;9).

COMO É FEITO:
O Shofar é feito em etapas:
O calor e a pressão são usados fazê-lo mais atrativo.
Uma lixa é usada para remover o exterior áspero e melhorar a textura e a coloração, a fim de torná-lo mais bonito.
Uma broca é usada para abrir um trajeto para que o ar possa correr através do chifre.
A última etapa é o lustro para torná-lo numa bonita obra de arte. O Lustro alisa por fora e produz um brilho lustroso elevado no Shofar.
Alguns JUDEUS MESSIÂNICOS veem algumas qualidades espirituais neste processo...
PARA OS HEBREUS, O CHIFRE ERA SÍMBOLO DE PODER:
Não somente poder físico Deut. 33:17, mas também do poder santo – O altar de bronze era decorado com 04 chifres: Êxodo 27:1; 30:2. O Senhor Ele mesmo é o "chifre" (=força) da nossa salvação" – 2 Samuel 22:3, Salmos 18:2.
Por ordem divina, o Shofar era carregado de óleo para ungir reis - 1 Samuel 16:1.
Tocar o Shofar é também uma maneira de envolver a natureza em adoração ao Criador! O Salmo 150:3 diz: "Louvai-O com o som da trombeta (shofar)".
HÁ CINCO OCASIÕES DIFERENTES ONDE O SHOFAR É USADO:
1) Em ocasião ALEGRE
2) Para confundir O INIMIGO (veja Juízes 7:1,16-22)
3) No começo de cada mês
4) Convocação para um Ato Sagrado, solene, santo
5) Para anunciar guerra!
O Profeta Jeremias ao ouvir o som profético do shofar ficou com medo... Jeremias 4:19-21.
De acordo com a tradição judaica, o Shofar, é tocado Na Festa das Trombetas, Além das Trombetas de Prata (Veja Números 10:1-10). As trombetas de prata poderiam produzir uma variedade das notas, mas o Shofar produz somente um som que é a explosão da perfuração.
A Festa das Trombetas é um dia de alegria e de grande regozijo, mas tem também uma nota de solenidade, isso por causa dos eventos de agitação da terra que ocorrerão imediatamente antes do retorno de Cristo.

A festa das trombetas
Deus tem um plano redentor que se revela nas Festas do Senhor. Ou seja, as Festas têm para Israel um sentido histórico, e para a Igreja, um sentido profético.
As festas do senhor
"Disse o Senhor a Moisés: Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: As festas fixas do senhor, que proclamareis, serão santas convocações: são estas as minhas festas."
Festa das trombetas - Levítico 23:23-25
"Disse mais o SENHOR a Moisés: Fala aos filhos de Israel, dizendo: No mês sétimo, ao primeiro do mês, tereis descanso solene, memorial, com sonidos de trombetas, santa convocação. Nenhuma obra servil fareis, mas trareis oferta queimada ao Senhor."
Sete é o número especial de Deus - indica integralidade e a perfeição.

Há sete festas do Senhor:

PÁSCOA;
ASMOS;
PRIMÍCIAS;
PENTECOSTES;
TROMBETAS;
EXPIAÇÃO;
TABERNÁCULOS.

A festa das trombetas ocorre no sétimo mês, e neste estudo nós verificaremos na Palavra de Deus, que há sete selos, sete trombetas e as sete últimas pragas envolvidas nesta profecia que começa com esta festa especial das trombetas.

As Trombetas De Prata
Observe que esta festa é um "memorial com os sonidos de trombetas" (Lev. 23:24).
Deus mandou Moisés fazer duas trombetas de prata e deviam ser usadas: "para convocar a congregação e para a partida dos arraiais" Também deveriam ser tocadas quando fossem sair para pelejar contra inimigos, então Deus se lembraria deles e os livraria dos inimigos (Números 10:2-3;9). Também deveriam ser tocadas em dias de celebração, de alegria, nas solenidades, e no início de cada mês, e ainda quando houvesse sacrifício no holocausto. (Números 10:10)

O Shofar
Havia também uma outra trombeta que deveria sonir na festa das trombetas, e deveria ser uma trombeta especial feita de chifre chamada um "Shofar".
Conforme dissemos no início, o shofar é mencionado na Bíblia aproximadamente 70 vezes e traduzido para o português como "trombeta" ou "corneta".
O shofar é usado também como um alarme da guerra: "Tocai a trombeta (shofar) em Sião, e dai voz de rebate no meu santo monte; perturbem-se todos os moradores da terra, porque o dia do Senhor vem, já está próximo." Joel 2:1
Como Jeremias reagiu quando ouviu o som do shofar? "Ah! meu coração! meu coração! Eu me contorço em dores. Oh! as paredes do meu coração! Meu coração se agita! Não posso calar-me, porque ouves, ó minha alma, o som da trombeta (shofar), o alarido de guerra." Jeremias 4:19
Jeremias ficou cheio de medo com o som do shofar retinido como alarme para guerra, significando que a morte e a destruição estavam próximas.
É este aviso da guerra que dá à festa das trombetas um toque de seriedade e de solenidade!

Por que a Guerra?
Por causa da desobediência e do pecado do povo. O Livro de Jeremias está repleto de citações a respeito das razões do juízo e de palavras proféticas conclamando o povo ao arrependimento.

Por que as Profecias?
Para que haja arrependimento e "então" possamos receber novamente as bênçãos de Deus (Ler Deuteronómio 28). As profecias bíblicas sobre a Casa de Judá se cumpriram. Um exemplo de o que acontece quando há arrependimento, vemos na história do profeta Jonas. (Jonas 3:10).

O fim dos tempos
A Festa das Trombetas é também profética, e tem a ver com segunda vinda de Jesus e com o final dos tempos!
Em Mateus 24:3 os discípulos perguntam a Jesus quando aquelas coisas profetizadas haveriam de acontecer, e que sinal haveria da vinda do Senhor, e da consumação do século...
O primeiro sinal que Jesus deu foi o de falsos profetas que tentariam iludir o povo.
Os sinais seguintes que Jesus revela são: guerras, fomes, pestilências, e terramotos: (Mateus 24:6-8 ).
Jesus continua com o sinal da Grande Tribulação: "porque nesse tempo haverá grande tribulação, como desde o princípio do mundo até agora não tem havido, e nem haverá jamais."
E depois Ele fala da sua volta afirmando:
"Logo depois da tribulação daqueles dias, escurecerá o sol, e a lua não dará a sua luz; as estrelas cairão do céu e os poderes dos céus serão abalados.
Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem, e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão vir o Filho do homem sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.
E ele enviará os seus anjos com grande clangor de trombeta, os quais lhe ajuntarão os escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus." - Mateus 24:29-31
Jesus voltará em um tempo de guerra mundial. O toque do shofar (trombeta) também se faz em tempo de guerra.
Este é o tempo em que o Senhor está levantando o Tabernáculo de David (At 15:16) - É o tempo em que o Senhor está estendendo a Mão para resgatar o restante do seu povo (Isa. 11:11) É o tempo de se buscar a ovelha perdida (Ezeq. 34:1-14).
Quando este tempo se completar "Naquele dia se tocará uma grande trombeta, e os que andavam perdidos pela terra da Assíria, e os que forem desterrados para a terra do Egito tornarão a vir, e adorarão ao Senhor no monte santo em Jerusalém." (Isaías 27:13)
Israel será resgatado ao som da TROMBETA (shofar) na segunda vinda de Cristo.
Por quê as igrejas esqueceram da Festa das Trombetas?

Quando Cristo retornará?
Ninguém sabe o Dia ou a Hora! Só Deus conhece: "Mas a respeito daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão somente o Pai" (Mateus 24:36).
Nós sabemos que Cristo voltará ao toque da Sétima Trombeta (shofar).

O toque da sétima trombeta anuncia a volta do Senhor!
Jesus voltará durante a Festa das Trombetas. A Festa das Trombetas, como a de Pentecostes, é de Alegria... Foi no Pentecostes que o Espírito Santo veio!
Nota: O "primeiro dia do sétimo mês" é o Dia da Festa das Trombetas - (veja Lev. 23:24 Neemias 8:2)
Este dia para é para o povo de Deus se alegrar (Neemias 8:8-12), mas para o povo de fora é dia de trevas!
Nos dias de Esdras e Neemias as pessoas se alegraram grandemente na Festa das Trombetas. Note que esta passagem diz três vezes que "este Dia é santo ao Senhor."

Conclusão:
A Festa das Trombetas é um dia de solenidade. Começa com guerra mas termina com o retorno de Jesus Cristo em triunfo. A Festa das Trombetas é um Dia de se ALEGRAR e, como o Sábado sagrado semanal, é Dia Santo para Deus (Neemias 8:2, 9-12).
Outro tipo menos conhecido mas bem considerado entre as famílias mais antigas que produzem shofar em Israel a centenas de anos é o chifre de Orex (Oryx), uma espécie de antílope que vive desde a África, Sinai, Israel e Península Arabica, que era utilizado pelos sacerdotes no Templo afim de diferenciar o seu toque dos demais toques de shofar que se tornaram populares.

2 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Olha so pessoal.aprendi e vou passar para frente